• O que molha mais, correr ou andar na chuva?

    o que é mais aconselhável para se molhar o menos possível?

    Todas as vezes que começa a chover e você está desabrigado, instintivamente você corre. Certo? Certo. E faz isso porque assim se molha menos. Certo? Errado. A primeira reação que se tem quando começa a chover é sair correndo para não se molhar, ou, pelo menos, se molhar o mínimo possível. Mas, dependendo do tipo de chuva, essa pode não ser a melhor opção.
    Considerando-se que a quantidade de chuva que cai não se altera, segundo o professor de física Bassam Ferdinian, se a chuva estiver caindo em sentido perpendicular ao chão, não importa se a pessoa está parada, andando ou caminhando. Ela vai se molhar da mesma forma. Agora, se a chuva estiver caindo de forma inclinada, quando a pessoa corre, ela se molha mais rapidamente.
    “Se a pessoa correr, vai receber mais água porque a vazão é o resultado da área multiplicada pela velocidade. Quando se corre, a velocidade relativa aumenta, então, a vazão de água aumenta e a pessoa se molha mais”, explicou o professor.
    De acordo com uma pesquisa feita por cientistas da Universidade de Reading, na Inglaterra, caminhar ou correr na chuva encharca da mesma forma em qualquer pessoa.
    O estudo, publicado pela revista New Scientist, dá uma explicação simples: ao caminhar a uma velocidade normal (de 2 a 3 metros por segundo) uma pessoa tem principalmente a cabeça e os ombros atingidos pelos pingos de chuva e, em menor intensidade, a parte frontal do corpo. Ao correr, a situação se inverte: a água que cai nas regiões superiores do corpo é menor, mas aumenta a quantidade que atinge a parte da frente.
    As silhuetas de dezenas de voluntários utilizados na pesquisa foram medidas cubicamente e inseridas num computador.
    Os cientistas ingleses estão agora às voltas com uma outra questão, por enquanto inexplicável: se o encharcamento é inevitável, por que o ser humano continua correndo instintivamente da chuva? Será por um comportamento nato ou adquirido culturalmente?
    A Universidade de Reading encaminhará agora o problema à sua equipe de psicólogos
    Todos os direitos Blog Ideias
  • You might also like

    Sem comentários:

    Enviar um comentário

extraincrivel. Com tecnologia do Blogger.